ON Business Office – Escritórios Virtuais em Brasília DF

Month: agosto 2015

As principais características de um empreendedor de sucesso

Os segredos do empreendedorismo podem ser descobertos por qualquer pessoa e de qualquer idade. Não é incomum sonhar em seguir as próprias ordens e cuidar do próprio nariz. Fundar um negócio e ser patrão de si mesmo, contudo, pode ser mais complicado do que se imagina. Não basta apenas ter uma boa ideia, é preciso entender o mercado e manter-se atualizado, para que o negócio encontre possibilidades de crescimento.

Para Sergio Diniz, consultor do Sebrae-SP, o empreendedorismo é um conjunto de comportamentos e hábitos. “Antigamente, imaginávamos que o empreendedor nascia empreendedor, mas hoje sabemos que as características de um empresário de sucesso podem ser adquiridas com capacitação adequada.”

SAIBA MAIS
Quem deseja abrir o próprio negócio deve se informar, antes de mais nada. É preciso conhecer o mínimo a respeito da atividade que se pretende desenvolver e do mercado no qual quer se envolver. Familiarizar-se com aquilo que se deseja vender, seja o que for, é essencial. “O empreendedor precisa aprender sempre. Conhecer seu ramo de atividade. Dominá-lo”, ressalta Diniz.

Parte desta capacitação, esclarece o consultor, vem da organização dos recursos do negócio. Todos eles: humanos, financeiros e materiais. Um exemplo. O empreendedor não pode confundir o dinheiro da empresa com o seu dinheiro pessoal. Segundo Diniz, esse é um erro comum. É preciso atentar, também, para a escolha do sócio, discutir as expectativas e o papel de cada um no empreendimento. “Às vezes é mais complicado que muito casamento”, brinca o consultor.

Sérgio Diniz apontou as principais características que um empreendedor deve ter, se preza pelo sucesso de seu negócio. São elas:

1. Iniciativa: a busca constante por oportunidades de negócios. Estar sempre atento ao que acontece no mercado em que vai atuar;

2. Perseverança: as dificuldades vão acontecer, até porque o empresário de micro e pequena empresa muitas vezes é solitário. “Não se pode desistir”, insiste Diniz;

3. Coragem para correr riscos: arriscar-se faz parte do ato de empreender. Diniz ressalta que correr riscos é diferente de correr perigo. O empreendedor corre perigo quando está desinformado. Se tem as informações, pode tomar decisões complexas com risco calculado;

4. Capacidade de planejamento: ter a visão de onde está, onde quer chegar e o que é preciso fazer. Criar planos de ações e priorizá-las dentro do negócio. Monitorar, corrigir e rever. “Isso pressupõe que se avalie as melhores alternativas para alcançar seus objetivos estabelecidos durante o planejamento”, afirma o consultor;

5. Eficiência e qualidade: as pequenas empresas dispõem de menos recursos, então precisam garantir que eles sejam bem aproveitados. É preciso conquistar o cliente, o público alvo e direcionar os esforços;

6. Rede de contatos: é importante participar de eventos e feiras relacionados ao seu produto. Lembre-se também de que ambientes informais ajudam a formar bons contatos. “A gente começa a desenvolver nossa rede de contatos com a família, amigos, vizinhos e antigas experiências”, diz Diniz. “Deve-se trazer isto para a sua realidade de negócio.”

7. Liderança: “O empreendedor deve ser o líder na sua empresa”, afirma Diniz. Ele deve ser um bom ouvinte e deve saber estimular permanentemente a equipe, motivá-la e deixá-la comprometida. “Ele deve também ser um gestor de pessoas”, completa o consultor.

Fonte: revistapegn.globo.com

Reduza alguns erros financeiros comuns

DSC_5899

A grande maioria das reclamações do empreendedores são relacionadas a problemas financeiros, que na maioria das vezes eles não sabem como resolver. Dívidas, saldo negativo, falta de capital de giro, são muitos os motivos que podem tirar o sono de qualquer um.

Mas como lidar com esses erros tão comuns? Confira algumas dicas para evitá-los.

– Não conte com um dinheiro que ainda não é certo. Já parou para pensar que enquanto você está investindo em funcionários, equipamentos, o cliente pode voltar atrás e desistir?

– Sempre que possível utilize seus próprios recursos para crescer e evite pegar empréstimos sem necessidade.

– De maneira alguma deixe atrasar o pagamento de impostos, pois os juros e as multas tornarão essa tarefa mais difícil ainda.

– Procure sempre vender à vista, para manter um fluxo de caixa saudável, com dinheiro circulando.

– Não dependa de uma única fonte de receita, pois nunca se sabe quando irá acontecer algo e o cliente desaparecer, por exemplo.

– Reduza os custos com pessoal, principalmente no primeiro ano. Esteja atento sempre ao fato de eles colaborarem ou não com o crescimento da empresa.

– Investiu em infraestrutura e os gastos estão pesados? Entre em contato conosco e conheça o nosso modelo de escritório virtual, onde você pode ter toda a estrutura de uma empresa por um preço reduzido e com qualidade.